Informação sobre tabaco. Aconselhamento e apoio para deixar de fumar.
publicado por InfoTabaco | Segunda-feira, 02 Março , 2009, 22:00

O meu marido fumava 1 maço de cigarros por dia, e de um dia para o outro deixou de fumar, sem recorrer a nenhum tipo de ajuda. No entanto, ficou mais nervoso, exalta-se com facilidade e está em constantemente com alterações de humor. Há algum calmante ou relaxante para aliviar a tensão? Ana.

 

Cara Ana

Felicitamos o seu marido por ter deixado de fumar e damos-lhe os parabéns  por estar a ajudá-lo! Deixar de fumar não é uma tarefa fácil, porém, é possível, como demonstra o caso do seu marido. Essa mudança terá um impacto extremamente positivo na sua saúde e na qualidade da sua vida. 

Para melhor compreendermos a situação do seu marido, seria importante sabermos há quanto tempo parou de fumar. Efectivamente, nas primeiras semanas após ter fumado o último cigarro, é possível que as pessoas manifestem, com alguma intensidade, sintomas de abstinência da nicotina (sobretudo se o seu nível de dependência física for elevado). Esses sintomas podem ser irritabilidade, impaciência, ansiedade, insónia, aumento do apetite, muita vontade de fumar... Os primeiros 3/ 4 dias são geralmente os mais críticos, mas este sintomas podem durar algumas semanas, diminuindo posteriormente, de intensidade e frequência, até desaparecerem. Estes sintomas surgem porque o organismo do seu marido está a reagir à falta de nicotina. É importante que as pessoas que estão próximas da pessoa que está a deixar de fumar sejam um pouco mais tolerantes nesta fase e apoiem a mudança efectuada. Essa irritação e alterações de humor serão passageiras. 

Em caso de necessidade, como refere na sua questão, pode ser indicado a toma de um calmante, mas este terá de ser prescrito por um médico. A utilização de adesivos (selos) e/ou pastilhas com nicotina poderiam fornecer uma boa ajuda para aliviar estes sintomas.  

Para além disso, é importante que o seu marido arranje outras estratégias para lidar com a ansiedade, tais como: beber muita água (2 litros por dia), sobretudo fora das refeições e pausadamente (em pequenos goles), realizar uma actividade física (Ex: caminhada diária de 20 a 30 minutos), mascar uma pastilha sem açúcar, sempre que tiver vontade de fumar; conversar com alguém; fazer respiração profunda; realizar um exercício de relaxamento; evitar tomar estimulantes (Ex: café, álcool, chá preto, chocolate); dedicar-se a uma tarefa que realmente lhe proporcione prazer e o ajude a distrair-se da vontade de fumar, e a acalmar-se; ter as mãos ocupadas, com uma bola anti-stress, por exemplo. 

Se os sintomas persistirem recomendamos a procura de ajuda profissional, para tal o seu marido poderá, por exemplo, falar com o médico de família, e pedir e contar com o apoio das pessoas próximas.  

Desejamos, ao seu marido, muita força e determinação para esta nova caminhada! 

Um abraço,

Votos de sucesso!

Linha SOS Deixar de Fumar

 

Para mais informações e/ou aconselhamento pode ligar para a Linha SOS – Deixar de Fumar (808 20 88 88), nos dias úteis entre as 13h e as 21h.


o Infotabaco
o Infotabaco é um espaço desenvolvido pela Linha SOS Deixar de Fumar um serviço do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva.
Linha SOS – Deixar de Fumar 808 20 88 88
- Informação sobre tabaco.
- Aconselhamento e Apoio para Deixar de Fumar.
- Funciona nos dias úteis das 13h às 21h.
formação
Deixar de Fumar sem Engordar (INCP) - Seminário Gratuito com inscrição obrigatória
Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva, Lisboa
16 de Dezembro de 2009, 15.00, inscrições limitadas a 15 pessoas (geral@incp.pt)
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO